7 de outubro de 2020

Seiko Neo Classic Perpetual Chronograph SPC133

 




Na maioria dos casos, gosto de vos trazer aqui relógios que não só me agradam, como eu próprio me imaginaria a comprar. No entanto, desta vez, resolvi abrir uma exceção, visto que acho que este poderá ser um relógio interessante para muitos leitores do blog, mesmo que não seja algo que me interessasse adquirir.

Não porque não goste particularmente do relógio (embora, sinceramente, haja pormenores que não me agradam), mas porque é demasiado grande para o meu pulso: 45mm sem contar com a coroa.

Vamos ao que interessa. Este Seiko é um cronógrafo interessante uma vez que conjuga a complicação de cronógrafo com a de alarme, segundo fuso horário e, ainda, um calendário perpétuo (isto é, indica corretamente a data nos meses com 30 e 31 dias, bem como a de fevereiro, mesmo em anos bissextos) -- e fá-lo de forma que considero relativamente elegante, mesmo tendo em atenção as já referidas dimensões avantajadas da caixa. Esta tem uma resistência à água de 100 metros e o mostrador está protegido por vidro mineral endurecido (hardlex).

Todas estas complicações são indicadas de forma analógica, através de diferentes ponteiros e sub-mostradores, e há ainda uma escala taquimétrica no interior do mostrador. O facto de isto ser concretizado com um resultado que, apesar de tudo, não é demasiado busy, constitui por si só um enorme feito de design.

O que menos me agrada no desenho do relógio, mas que provavelmente será o que agradará a outros entusiastas, é o tipo de fonte escolhida para os numerais nas posições horárias, que conferem ao relógio um estilo que "não é carne, nem é peixe", entre o clássico, o moderno, o desportivo e o dressy sem ser nenhuma dessas coisas. Mas provavelmente sou só eu...
 
Até porque, no final, não nos podemos queixar: o que temos é um relógio de quartzo repleto de funcionalidades, produzido por uma empresa com fortes tradições relojoeiras e cujo preço é inferior a 180€, já com portes para Portugal! 

Sem comentários :

Publicar um comentário