quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

Steinhart Nav.B-Chrono 47 Baumuster B Grey Edition


Não é frequente mas, de vez em quando, surge um relógio que me faz parar e olhar com atenção – e, depois, ficar a pensar que o próximo passo seria tê-lo no meu pulso! Este novo modelo da marca alemã Steinhart, de que tanto tenho falado desde os primeiros momentos deste blog, é um destes relógios.

O Steinhart Nav.B-Chrono 47 Baumuster B Grey Edition começa por estar no topo do que considero ser "B3" (a regras deste blog definem os 1000€ como teto máximo), uma vez que custa uns substanciais 990€. No entanto, justifica este valor pelo facto de ser baseado no (já de si caro) movimento cronógrafo ETA Valjoux 7750, aqui numa execução premium e ainda melhorada com o tradicional acabamento da marca, nomeadamente um rotor dourado com o logótipo da Steinhart.

Mas o que realmente distingue esta máquina do enorme mar de cronógrafos baseados no Valjoux 7750 que podemos encontrar por aí é a originalidade do desenho e a forma como o mecanismo foi implementado.

Se olharem com atenção, o que mais sobressai é o mostrador tipo "B", em que os principais numerais da escala são os dos minutos/segundos – aqui graduados de 5 a 55 – e que é uma implementação típica nos relógios ditos de "navegador" (e não de "piloto", como muitas vezes lhes chamamos) que tiveram origem na Segunda Guerra Mundial e eram usados pelas tripulações dos bombardeiros alemães.

De forma a ir ao encontro do desenho original mas sem desperdiçar as complicações oferecidas pelo 7750, a Steinhart tomou algumas decisões interessantes, nomeadamente usar apenas os sub-mostradores correspondentes à funcionalidade de cronógrafo (às 6 e 12 horas) e dispensar o mostrador de pequenos segundos que esta máquina costuma oferecer às 9 horas.

Outra simplificação passa pela utilização apenas do disco do dia do mês (aqui, às 6 horas), quando este é um movimento que inclui também um disco de dia da semana, ambos tradicionalmente visíveis na posição das 3 horas.

Mas a originalidade do desenho da Steinhart não se fica por aqui. Seguindo as diretivas dos desenhos de mostrador "Tipo B", o relógio inclui uma escala concêntrica para as horas, cuja leitura é facilitada pelo ponteiro respetivo, encurtado de forma a apontar corretamente para as posições horárias. O desenho inclui ainda escala taquimétrica inscrita internamente, em torno do mostrador.

A caixa é pouco grande para o meu pulso (47mm), mas o resultado é francamente bom, com uma execução de elevado nível que inclui vidro de safira e uma caixa em aço de cor cinza particularmente bonita. Nota final para a coroa com cortes diagonais de belo efeito e poussoir de arranque do cronógrafo em vermelho.

Sem comentários :

Publicar um comentário