quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Hemel 24

Por vezes não é preciso inventar a roda para conseguir um relógio bonito e original. Este "três ponteiros" com uma estética que convida à aventura chama-se Hemel 24 e é um dos modelos da empresa do mesmo nome.

A execução é de alto nível, com vidro de safira no mostrador mas também na janela de observação do movimento, o que é muito raro de encontrar em relógios de baixo preço. Outra opções são um pouco mais estranhas, embora nada tenha a objetar, como é o caso da bracelete em nylon que não é tipo NATO – o que tem como vantagem deixar ver o movimento.

A caixa resistente à água até 10 ATM tem 40mm de diâmetro e o mostrador é muito limpo, com uma dupla escala de 12 e de 24 horas que lhe empresta o look militar. O movimento escolhido foi o automático Miyota 9015, que funciona a 4 Hz (28.800 alternâncias/hora). Contudo, embora este seja um movimento com data às 3h00, a marca decidiu, provavelmente por razões estéticas, não aproveitar essa complicação.

O preço, diretamente a partir do site do fabricante (nos EUA), é de 400 dólares – um pouco puxado para um modelo de uma marca sem pedigree, mesmo tendo em consideração tratar-se de uma máquina automática, tanto mais que será preciso pagar desalfandegamento à chegada a Portugal.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Deaumar Ensign Automatic

Já que estamos numa onda de "micromarcas", é difícil ser mais micro do que a Deaumar, uma marca britânica que, à data deste post, tem apenas um modelo (embora declinado em 5 versões de cores diferentes), designado Ensign.

Ao contrário do modelo da Helgray de que falei recentemente, este Deaumar é baseado num movimento mecânico automático, no caso um SII (Seiko) NH36, com dia e data às 3H00.

Trata-se de um relógio de mergulho de excelente estética e boa execução aparente, com uma caixa em aço de 42mm de diâmetro resistente a 20 ATM (200 metros). O mostrador tem um desenho clássico para este tipo de relógio, com uma conjugação de índices circulares e geométricos e ponteiros mais sóbrios do que é hábito encontrarmos.

O bisel unidirecional rotativo recebe a mesma cor que encontramos no interior do mostrador e o conjunto é complementado por uma bracelete igualmente em aço. O mostrador é de vidro de safira com revestimento anti-reflexo.

A Ensign também vende através da Internet e, sendo uma empresa do espaço da UE (enquanto o Brexit não se efetivar...) tem a vantagem de não dar problemas na alfândega. O PVP é de £249 + 20% de IVA e existem variantes em preto, branco, laranja e vermelho.


domingo, 25 de setembro de 2016

Helgray Hornet Bandit


A canadiana Helgray é mais uma das micromarcas que está a comer quota de mercado à indústria de relojoaria suíça, apelando aos conhecedores que procuram um relógio de qualidade, dão importância ao movimento que está dentro da caixa e preocupam-se com as especificações e a estética, estando pouco interessados em pagar pelo privilégio do Swiss Made (um assunto que irei abordar em breve num outro post).

Neste caso específico, a empresa foi criada em 2014 de forma independente a partir de uma bem sucedida campanha de "crowdfunding" e vende exclusivamente online, diretamente ao público.

A estética deste modelo – e a funcionalidade de um segundo fuso horário através de um bisel interior rotativo – lembram fortemente o Bulova Accutron II. Contudo, o relógio possui uma personalidade e estética próprias, de que são exemplo o mostrador de pequenos segundos às 7h00 e os ponteiros principais com um forma original de excelente efeito.

A caixa, em aço, tem 42mm de diâmetro (um formato que me habituei a considerar o meu "sweet spot" pessoal), é resistente a 10 atmosferas (100m) e o movimento de quartzo escolhido é um fiável Miyota 1L45. A opção pelo quartzo é pouco desapontante, mas o resto da execução, que inclui mostrador com vidro de safira e o já referido bisel interior (comandado por uma coroa específica às 2h00) compõem um conjunto apetecível.

O preço, de 299 dólares, parece-me mais do que justo para o que a Helgray nos propõe. Existe, pelo mesmo valor, uma variante designada Fighter com bracelete em pele castanha e caixa em aço escovado.

sábado, 10 de setembro de 2016

Junkers Bauhaus 6086-5


A coleção Bauhaus da Junkers é o best seller da marca alemã e nela encontramos um enorme sortido de relógios B3 – desde mecânicos automáticos até belos exemplares com movimentos de quartzo suíço (Ronda).

O modelo que hoje vos trago é um cronógrafo com a referência 6086-5 equipado com um movimento cronógrafo Ronda Startech 5030.D. Esteticamente, temos cá todos os elementos da gama Bauhaus, designadamente a elegância minimalista do mostrador, a conjugação dos cremes e castanhos (mostrador/bracelete) e um resultado final excelente.

Este dress watch tem uma caixa de 40mm com apenas 10mm de espessura e, tal como na maioria dos restantes relógios desta coleção, mostrador convexo em vidro acrílico (hexalite). Este tem como vantagem o facto de ser quase indestrutível mas, por outro lado, risca-se facilmente, muito embora possa ser polido.

A visibilidade no escuro foi assegurada através da utilização de Superluminova aplicada discretamente em pequenos pontos verdes junto à base dos índice horários.

O relógio está disponível em Portugal com garantia vitalícia, mas apenas desde que seja comprado na rede de lojas que trabalham com o distribuidor oficial da marca, a SRI. O PVP são uns muito razoáveis 279 euros e existe uma variante com mostrador em preto pelo mesmo preço.