sexta-feira, 24 de abril de 2015

MTM Special Ops Silencer

Silver_Silencer_01
Já anteriormente falei da MTM Special Ops, uma marca com um posicionamento muito especial e relógios concebidos com funcionalidades práticas, a pensar na sobrevivência do seu utilizador – seja no contexto de missões militares ou de aventuras mais extremas..
Este Silencer é mais um excelente exemplo da filosofia da empresa. Trata-se de uma peça totalmente em aço (mas é possível encomendá-lo com bracelete em nylon ou em borracha) com uma caixa de 44,5mm e estanquidade de 10 atmosferas (100 metros) assegurada por uma coroa de rosca. A bracelete em aço pode ser ajustada facilmente através de uma chave Allen incluída.
O vidro é de safira e o bisel rotativo tem marcações para orientação geográfica que facilitam a utilização do relógio como bússola; o movimento de quartzo combina funcionalidades analógicas e digitais, como aliás é comum a vários modelos da marca, e oferece múltiplas funções, incluindo exibição de “hora militar” (00h00-24h00), cronógrafo e alarmes.
As marcações circulares às 2h00 e às 10h00 são, na verdade, LEDs de alta potência que fazem parte de um sistema proprietário que inclui não apenas a possibilidade de iluminar o mostrador para visibilidade noturna, como podem ser usados como “lanterna” ou luz de sinalização estroboscópica de emergência.
Muito provavelmente foi esta funcionalidade a responsável por outra característica única deste relógio. Uma vez que este sistema de iluminação iria consumir rapidamente uma pilha convencional, a MTM dotou o Silencer de uma bateria integrada recarregável por indução eletromagnética.
O relógio pode assim ser recarregado sem trocar de bateria ou sequer abrir o relógio. Basta colocá-lo sobre a placa de indução (incluída) e uma carga completa é suficiente para mais de 4 meses de utilização.
O preço para tudo isto é de 750 dólares, para encomendas diretamente a partir do website da empresa, um valor que não me parece excessivo face às funcionalidades e ao nível de execução oferecidos.

Sem comentários :

Enviar um comentário