quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Motorola Moto 360

Não sou um consumidor interessado em smartwatches, mas tenho de reconhecer que esta é uma categoria em ascensão que, mesmo não tendo necessariamente a ver com os relógios tal como os conhecemos, não deixará de com eles concorrer – ainda que num nicho de mercado.

Até agora não tinha olhado sequer para a propostas da LG ou da Samsung (e, pela mesma razão, para a da Apple) porque não gosto de relógios com mostradores quadrados ou retangulares, sejam ou não smart. E é por isso que o Motorola Moto 360 me agrada, especialmente na versão que mostro nestas fotos, com bracelete em metal.

Com uma caixa em metal com um diâmetro de 46mm, este "relógio" (os ponteiros são na realidade imagens sobre um ecrã LCD, sendo possível escolher diferentes layouts) está no limite do razoável em termos de tamanho, mas exibe uma elegância de alguma forma intemporal.

A Google (a nova dona da Motorola) dotou o mostrador do Moto 360 do mesmo material dos smartphones, isto é, Gorila Glass, um vidro sintético resistente a riscos – embora não tão resistente como vidro de safira.

Não me cabe aqui falar muito mais sobre um produto que não usei e não "mexi", tanto mais que, como disse no início, não sou um cliente potencial. Mas que este é o mais bonito smartwatch do mercado, podendo bem passar por um relógio convencional (no bom sentido do termo), disso não tenho dúvidas.

Caso seja um(a) do(a)s interessado(a)s, o preço de referência para o relógio é de 250 dólares para a versão em qualquer das cores mas com bracelete em pele. O preço para as versões com bracelete em metal não estava definido quando escrevi este post.

Sem comentários :

Enviar um comentário