segunda-feira, 5 de maio de 2014

Raymond Weil Freelancer

Freelancer
A maior parte dos cronógrafos baseados no movimento ETA Valjoux 7750 tende a ostentar uma estética desportiva ou de tipo aviador (mas já anteriormente aqui falei de uma exceção). Este Raymond Weil Freelencer captou a minha atenção pela sua estética um pouco mais soft, quase de dress watch – uma variação do mesmo relógio com caixa em PVD negro e bracelete também preta é bastante mais agressiva.

O calibre Raymond Weil Caliber 5000 é na realidade uma versão do já citado ETA 7750, a.k.a. Valjoux 7750. O que torna este relógio efetivamente diferente é a sua execução geral, que é para mim particularmente feliz. A caixa é mais pequena do que parece na imagem (42mm), e o mostrador é muito equilibrado, com os habituais submostradores para as funcionalidades cronográficas nas posições das 6H00, 9H00 e 12H00. O dia e data – este numa janela rasgada para exibir 3 dias – surge às 3H00.

A caixa em aço tem fundo roscado também em aço e o mostrador é protegido por vidro de safira. O conjunto apresenta uma resistência à água de 10 atm (100 metros). A bracelete em pele possui fecho tipo borboleta com abertura através de pusher duplo.

Como os leitores deste blog sabem, há relógios baseados neste momento bastante mais baratos, mas mesmo assim os pouco mais de €2.000 que a Raymond Weil pede por este Freelancer não me parecem de todo excessivos.

Sem comentários :

Enviar um comentário