quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Picoolo Watch Winder

CWard_PiccoloWinder14_2_1
Os dispositivos que mantêm os relógios automáticos em movimento para que se mantenham a trabalhar são normalmente bastante caros. Os mais baratos servem apenas para um relógio e os que podem receber vários relógios tendem a ser bastante dispendiosos.
O Piccolo Watch Winder da Designhutte resolve ambos os problemas. Tem um preço razoável (€90 mais portes), é bonito, discreto e… modular. Através de um sistema de indução, basta colocar até um máximo de quatro destes dispositivos encostados uns aos outros para que seja necessário apenas usar um só adaptador de corrente – mantendo a funcionalidade de escolher diferentes programas de movimento para cada um dos módulos.
Este é um equipamento apenas prático para quem possua relógios automáticos, mas absolutamente crucial no caso dos que possuem relógios automáticos com calendário perpétuo, em que o contínuo funcionamento do relógio é fundamental para a exatidão do calendário.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Orient Disk FER0200DW0

fer0200dw_1[1]

A Orient é uma das minhas marcas B3 preferidas. Mas é justo dizer que a empresa não costuma ter propriamente grandes rasgos em termos de design. E no entanto é exatamente o design original que chama a atenção neste Orient Disk (o nome é informal, a referência exata é ER0200DW).

À primeira vista trata-se apenas de um dress watch com um mostrador de índices coloridos. No entanto, sendo isso verdade, o design do relógio oferece mais do que isso: o ponteiro das horas é na verdade um disco com um rasgo triangular que vai mudando de cor consoante a hora, percorrendo todo o espectro do arco-íris.

Além disso, apesar de esperarmos aqui um movimento de quartzo, este é um Orient mecânico, com calibre automático 48743 de produção própria, funcionando a 21.600 a/h (3 Hz).

O diâmetro da caixa de aço é de 41,4 mm, uma dimensão excelente para um dress watch, e o fundo é em vidro (também colorido!) para observação do movimento.

A Orient propõe um total de seis variações: três em preto, com fundo em vidro azul; duas em cinza (como na foto) com fundo em vidro verde; e uma com bracelete em pele castanha e fundo em vidro amarelo.

O preço de referência para os modelos com bracelete em aço é de cerca de €300 ($340).

Deixo-vos com um vídeo onde se pode ver melhor o original funcionamento do relógio.

domingo, 27 de outubro de 2013

Dicionário de relojoaria – Espiral

rolex-daytona-everose-ref-116505-18kt-rose-gold-watch-parachrom-spiral[1]

«Pequena mola enrolada em espiral, presa nas extremidades ao balanço e à ponte do balanço (o galo). Fazendo conjunto com o balanço, é o órgão regulador do relógio, cuja precisão depende em grande parte da qualidade da espiral. Nos primeiros relógios (portáteis) o balanço (foliot) oscilava sem espiral. O período de oscilação era irregular e não havia possibilidade de afinação. Procurou-se submeter as oscilações do balanço a uma reação elástica atando-o a pelo de javali ou a uma mola que chocava contra uma patilha fixa. A espiral foi inventada por volta de 1664. A espiral plana, imaginada por Huygens em 1675, foi a mãe de todas as espirais. Tinha apenas umas quantas espiras e, embora imperfeita, dava ao balanço o que faltava para alcançar a precisão dos relógios de pêndulo. A espiral Breguet, inventada por Abraham-Louis Breguet, tem a sua ponta externa a um nível superior ao corpo e uma forma que ele desenvolveu de forma empírica, mas que lhe dá um movimento mais concêntrico. A espiral termocompensada, que apareceu no início do século XX, começou a utilizar novos materiais como o elinvar, amagnéticos e inoxidáveis. Hoje, o nivarox é o material mais utilizado, mas há experiências com materiais compósitos como fibra de carbono, cerâmicas ou silício.»
in Dicionário de Relojoaria, de Fernando Correia de Oliveira. Reproduzido com autorização do autor.

sábado, 26 de outubro de 2013

1K+: Bons, Bonitos mas… mais Caros

sshot-2013-10-25-[18-16-45]Algum dia tinha de ser. O autor deste site continua apostado em promover relógios B3 – Bons, Bonitos e Baratos. Mas a verdade é que existem imensos relógios que não sendo propriamente baratos, merecem promoção que não estavam aqui a ter.
E como criar um site para relógios “BBC” (Bons, Bonitos e Caros) estava fora dos meus horizontes, resolvi abrir uma nova secção, genericamente designada 1K+ que, como o nome sugere, irá albergar todos os relógios que custem mais de mil euros – o valor que considero como limite para “relógios B3”.
A decisão foi precipitada por umas voltas pela Web, onde descobri que dois relógios que me agradavam – o modelo Citizen da imagem, bem como um novo Christopher Ward estavam claramente fora do leque de preços normal neste site.
A maioria dos relógios de que falarei aqui continuará certamente a ser modelos B3, mas os leitores não deverão estranhar se começarem a encontrar relógios bons, bonitos mas um pouco mais caros do que vos habituei nos últimos meses.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Kickstarter lança Rossling & Co

Rossling5[1]

não é a primeira vez que falamos no poder do crowdfunding no contexto da relojoaria. Agora surge a notícia de que o popular site Kickstarter ajudou ao lançamento de mais uma marca com pretensões B3: a Rossling & Co.

O projeto da empresa passa pela criação de dress watches de caixa ultra-fina e braceletes em… tweed! O projeto teve excelente aceitação, uma vez que o montante solicitado (19.200 dólares) foi rapidamente ultrapassado: no dia em que visitámos o site, faltavam ainda 26 dias para o termo da operação e já tinham sido recolhidos mais de 40.000 dólares.

Os promotores do projeto procuraram criar um dress watch versátil e elegante (caixa de 40mm, apenas 7mm de espessura e vidro de safira), elegante e intemporal mas que fosse ao mesmo tempo acessível – o preço-alvo é de 250 dólares. Os primeiros relógios a serem produzidos terão um movimento de quartzo suíço Ronda 1069 com ponteiro de segundos pequeno às 6H00.

À data em que este artigo é escrito, é ainda possível participar com 129 dólares para receber um dos primeiros relógios (data prevista de entrega: Janeiro de 2014). Nice

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Relógio comemorativo dos 114 anos dos Mergulhadores da Armada Portuguesa

Numa cerimónia informal realizada no dia 15 de outubro, no Arsenal do Alfeite, a SRI realizou a entrega do relógio de mergulho que criou especialmente para o 114.º aniversário dos Mergulhadores da Armada Portuguesa.
Mais do que uma simples peça comemorativa, este relógio estanque é um verdadeiro instrumento de trabalho para mergulhadores, resistente a pressões até 30 atmosferas – ou seja, até 300 metros de profundidade.
A escolha do relógio foi feita após a realização de vários testes de estanquidade pela própria Armada Portuguesa, que considerou igualmente como critérios de seleção a estética do relógio bem como a sua relação preço/qualidade.
Das 114 unidades produzidas deste modelo exclusivo, cerca de 80 relógios foram destinados aos Mergulhadores da Armada Portuguesa, estando neste momento apenas 15 relógios ainda disponíveis para venda ao público.
O relógio possui um mostrador personalizado bem como um fundo em aço gravado e decorado com o símbolo dos Mergulhadores da Armada Portuguesa, e com o seu lema: “In Aqva Optimi” – uma frase em latim que pode ser traduzida por “Os Melhores na Água”.
Este modelo, com a referência NH35A-5105332, utiliza o novo movimento mecânico automático Seiko NH35A que oferece agora a vantagem da paragem de segundos (quando se puxa a coroa, para acerto das horas, o ponteiro dos segundos para na posição corrente) e a possibilidade da corda manual (prático quando se pretende criar de imediato uma reserva de marcha sem ter de movimentar o pulso para acionar o rotor).
Outras funcionalidades deste relógio de mergulho incluem um bisel com movimento unidirecional para controlo do tempo de mergulho, coroa de rosca às 2H00 para um maior conforto de utilização e iluminação permanente dos marcadores horários através de tubos de trítio, os quais não carecem de exposição antecipada à luz para brilhar no escuro.
O relógio tem uma caixa em aço com 48,5mm de diâmetro e 16 mm de espessura e mostrador protegido por vidro com tratamento anti-reflexo. É vendido numa dry box – também ela estanque até 300 metros – que inclui duas braceletes (em pele e em silicone) e ferramentas para a sua substituição.
As 15 unidades numeradas, produzidas em exclusivo para os Mergulhadores da Armada Portuguesa e ainda disponíveis para o público, estão disponíveis por um preço unitário de €550.
Fonte: press-release

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Tissot Tradition T063.639.16.037.00

35b9b391fdaf1baee48da816bb03f7f8[1]

Já há algum tempo que não falava de um Tissot, provavelmente a mais acessível das marcas suíças tradicionais.

Praticamente todos os dress watches da marca são modelos que me agradam e mesmo os que possuem movimentos mecânicos – desde que sem grandes complicações – são razoavelmente acessíveis.

No entanto, entre a gama de quartzo da marca também se encontram peças muito interessantes. Este modelo, da gama Tradition, é particularmente bem conseguido. Trata-se de um relógio com duplo fuso horário (num sub-mostrador às 10H00), data às 3H00 e ponteiro de segundos às 6H00 cujo resultado é muito elegante e equilibrado.

Existem variações com a caixa em dourado bem como com o mostrador em preto, mas é esta com o mostrador branco e a bracelete em pele castanha a que mais me agrada. A caixa, em aço, tem 42mm de diâmetro e é protegida por vidro de safira.

O relógio está à venda em Portugal com um preço de referência de €379. Não é uma pechincha para um relógio de quartzo, mas é um preço razoável para um relógio suíço, com movimento suíço, de uma marca suíça…