terça-feira, 20 de agosto de 2013

Junkers Bauhaus 6070-5

bauhaus-junkers_compositeEsta não é a primeira vez que falo aqui de um relógio da série Bauhaus, da Junkers, mas penso que será a primeira que referencio com um movimento de quartzo.
A Série Bauhaus do fabricante alemão inclui diversos modelos, desde simples dress watches de três ponteiros até elegantes cronógrafos, com movimentos quer de quartzo, quer mecânicos automáticos.
O Junkers 6070-5 (existe uma variante, 6070-2, com mostrador e bracelete em preto) é um elegante dress watch de três ponteiros e data às 3H00 baseado num movimento de quartzo suíço Ronda 515. O relógio é extremamente elegante e discreto, com índices em vez de numerais nas posições horárias, embora seja visível uma escala numérica de segundos de 0 a 60, com incrementos de 5 segundos.
Este relógio tem dois irmãos quase gémeos: o Junkers 6050-5 é muito semelhante esteticamente mas é baseado num movimento automático ETA 2824-2; já o Junkers 6046-5 é baseado no mesmo Ronda 515 de quartzo mas ostenta um mostrador um (muito) pouco mais ornamentado, com numerais arábicos nas posições da horas e um logótipo da Junkers, um pouco mais proeminente, às 6H00.
As proporções são perfeitas para um dress watch, com caixa em aço de 40mm de diâmetro e 10mm de espessura. Tal como todos os modelos da Série Bauhaus da Junkers, também aqui o vidro do mostrador… não é vidro. A razão deve-se ao seu formato convexo, que o torna especialmente vulnerável – se fosse vidro mineral ou de safira, iria partir-se facilmente. Por isso a Junkers optou por usar Hesalite, um material sintético virtualmente inquebrável – o mesmo que foi usado, a pedido da NASA, nos Omega Speedmaster da primeira missão à Lua.
Encontra um artigo interessante sobre as propriedades e vantagens do Hesalite aqui.
Mas guardei o melhor para o fim. O preço deste Junkers 6070 (bem como do 6046), um relógio alemão com movimento suíço, é de apenas €199. Uma pechincha ainda maior quando descobrimos que a marca, representada em Portugal pela SRI, oferece uma garantia vitalícia.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Steinhart Racetimer Blue

1709675253racetimer_blau_01[1]

Se excetuarmos os calibres proprietários dos fabricantes de alta relojoaria, o movimento ETA Valjoux 7750 (e o seu clone Sellita SW500) continua a ser dos mais cobiçados para a produção de cronógrafos automáticos.

A variação mais popular deste movimento, com data e hora às 3H00 é também a minha preferida. Mas a verdade é que entre cronógrafos desportivos e cronógrafos tipo “piloto”, as opções do mercado não oferecem variações estéticas significativas. O que é algo que a marca alemã Steinhart pretende resolver, com este seu Racetimer Blue. Normalmente, gosto de relógios mais simples e discretos, mas tenho de admitir que este modelo me “caiu no goto”, como se costuma dizer em Portugal.

Além da cor e da estética algo retro a lembrar glórias automobilísticas passadas, a Steinhart optou por outros fatores diferenciadores, como é o caso da caixa de 44mm em titânio que pode ser complementada quer com uma bracelete em pele (como na foto) quer com uma também em titânio.

O conjunto inclui um taquímetro montado numa luneta em aço e proteção do mostrador através de vidro de safira. O fundo, também em vidro (mas mineral) permite a observação do movimento, onde se destaca o rotor dourado com o logo da Steinhart.

Apesar da coroa principal e dos botões do cronógrafo serem de rosca, a marca não indica mais do que resistência à água de 5 atm, que é como quem diz que o relógio pode apanhar uns pingos de chuva mas nada mais.

O preço deste cronógrafo é o que o torna ainda mais apetecível: vendido através do site da empresa, custa €890 + portes de envio na versão com bracelete em pele. A opção pela bracelete em titânio encarece o relógio em mais €50.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Maratac Mid Pilot Automatic

photo-32

A Maratac é uma marca especializada não apenas em relógios de tipo piloto mas também noutros tipos de produtos de inspiração militar, como lanternas e mochilas.

O Mid Pilot Automatic é um excelente exemplo da filosofia da marca, com um mostrador completamente estéril, sem qualquer indicação de marca ou modelo.

Contudo, a lista de especificações é impressionante para um relógio tão barato (cerca de €250 no site da empresa). A caixa, em aço, tem 39mm de diâmetro (existe uma versão deste relógio com caixa de 46mm) e o relógio utiliza um movimento mecânico automático Citizen Miyota 8245 com possibilidade de corda manual mas sem paragem de segundos.

A execução inclui mostrador com escala principal de 12 horas e escala secundária de 24 horas, bem como um segundo mostrador às 6H00 para indicação de segundos. Uma particularidade invulgar é a posição da coroa, às 4H00 – uma decisão tomada provavelmente quando foi desenvolvida a versão original deste relógio, com 46mm, por razões de comodidade de utilização mas que faz menos sentido num relógio com um diâmetro de “apenas” 39mm.

Também invulgar num relógio mecânico com um preço inferior a €300 é o facto de o mostrador ter vidro de safira. O fabricante indica resistência à água de 10 atm, o que é sustentado pelo facto de a coroa ser de rosca.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Junkers 6820-5 Eurofighter Edition

junkers_6820-5_perspective_view_large[1]O mercado está cheio de cronógrafos – de maior ou menor qualidade, de estética conseguida ou duvidosa, de maior ou menor fiabilidade e precisão. Para a maioria dos consumidores, comprar um cronógrafo consiste em escolher um modelo bonito – ou de uma determinada marca – numa gama de preços. Mas para os pilotos de um dos caças mais sofisticados do mundo, o Eurofighter Typhoon, o cronógrafo deixa de ser um simples relógio para se transformar numa ferramenta de precisão. A SRI, representante em Portugal dos relógios alemães Junkers, acaba de lançar o Junkers 6820-5 Eurofighter Edition, o relógio escolhido pelos pilotos da esquadrilha Eurofighter, após a realização de testes exaustivos a diversos outros modelos. Este modelo, que ganhou também o prémio de Relógio do Ano, atribuído pela revista alemã de aviação FliegerRevue, é um cronógrafo mecânico automático produzido na Alemanha com base no movimento suíço ETA Valjoux 7750, com 25 rubis. A variação deste calibre usada pela Junkers inclui dia e data na posição das 3H00. A caixa, em aço aeronáutico de alta qualidade com revestimento DLC, tem 42 mm de diâmetro, bracelete em pele, vidro de safira e fundo em vidro para observação do movimento. O fundo do mostrador é creme, com marcações e numerais árabes em antracite. Os ponteiros das horas e minutos são brancos com contornos em preto. Um dos aspetos funcionais mais interessantes é o tipo de iluminação noturna usado: em vez do habitual revestimento luminescente dos ponteiros e índices, a Junkers optou por tornar luminescente todo o mostrador, usando o contraste dos ponteiros, índices e numerais do relógio, o que resulta numa legibilidade muito maior. Como todos os Junkers, também o 6820-5 Eurofighter Edition tem garantia vitalícia.
O preço, extremamente competitivo para um relógio baseado num movimento ETA Valjoux 7750, é de €1.450. Fonte: press release

sábado, 3 de agosto de 2013

Cookoo watch

gallery-07Não é a primeira vez que se fala aqui de um relógio com capacidade de sincronização de informação com smartphones. Mas é certamente a primeira vez que sinto que existe uma solução elegante e que não constitui um compromisso entre o que deve ser um verdadeiro relógio e a sua funcionalidade digital. Senhoras e senhores, meninas e meninos, apresento-vos o Cookoo Watch.
Além de esteticamente interessante – sem ser propriamente um espanto de design –, o Cookoo Watch é também um relógio muito acessível, custando apenas €130 na loja online do fabricante.
Na verdade, o que me agrada mais neste relógio é o facto de ser discreto: podemos usá-lo sem que “grite” aos quatro ventos as suas funcionalidades de sincronização com smartphones. Fisicamente, o relógio é um pouco grande (44 mm e 16,3 mm de espessura) embora relativamente elegante.
A caixa, de plástico, tem uma luneta em metal e a bracelete é em silicone. O fabricante indica que o movimento é “analógico, de origem japonesa”. O relógio está disponível para já em variações de cor que usam sobretudo a bracelete e a luneta para criar algum interesse visual. O modelo em branco parece-me o mais equilibrado.
A sincronização de dados (sobretudo notificação de redes sociais, eventos, emails e mensagens) é feita, para já com dispositivos Apple iOS5 e iOS6, incluindo iPhone, iPod e iPad., via Bluetooth. No entanto, a marca também usa smartphones Android nos seus vídeos de promoção e indica que “mais dispositivos serão anunciados num futuro próximo”.