terça-feira, 21 de maio de 2013

Citizen Perpetual Chrono A-T AT4000-02E

81pyFdPyvqL__SL1500_Os cronógrafos ficaram extremamente populares a partir do final dos anos 80, com o advento dos movimentos de quartzo, que tornam este tipo de relógio acessível – ainda hoje, os cronógrafos mecânicos mantêm-se numa gama de preços  fora do que o comum dos mortais considera como “acessível”.
Marcas japonesas como a Seiko e a Citizen – mas também suíças como a Tissot – muito têm contribuído para a popularidade deste tipo de relógio, contando com dezenas de modelos nas suas gamas.
A possibilidade de dotar os movimentos de quartzo de imensas complicações sem com isso encarecer o relógio em demasia leva por vezes a exageros que não me agradam, resultando em modelos com mostradores “over the top”.
Mas não é o caso deste cronógrafo da Citizen. Quem desenhou o mostrador soube criar um equilíbrio razoável entre a quantidade de funções e de informação a dar ao utilizador e o aspeto geral do relógio. Este inclui funcionalidades de cronógrafo, mas também dia e data com calendário perpétuo, alarme e até indicador de reserva (carga da bateria) – embora esta última seja praticamente irrelevante, tendo em consideração que se trata de um movimento Eco-Drive, alimentado pela luz. A designação “A-T” significa “Atomic Time”: o relógio é acertado automaticamente a partir de sinais de rádio provenientes de relógios atómicos em todo o mundo.
A caixa parece maior do que é, com uns razoáveis 42mm de diâmetro e a execução inclui vidro de safira e resistência à água até 100 metros. O preço de referência para o mercado britânico é de £300 (com bracelete em pele), o que significa que na prática deverá ser possível encontrá-lo à venda por cerca de €300.

Sem comentários :

Enviar um comentário