quarta-feira, 8 de maio de 2013

Christopher Ward C11 MSL MK1 Chronograph

C11CHRONO_SKK_3_1Não sei o suficiente sobre a história da relojoaria para garantir que foi a Bell & Ross quem popularizou os mostradores com um desenho inspirado nos instrumentos dos aviões mas foi pelo menos a primeira marca que me fez desejar ter um relógio assim.
O Christopher Ward C11 MSL MK1, aqui na sua versão Chronograph (existe uma versão de três ponteiros com movimento automático igualmente interessante) tem a vantagem de reunir os elementos aeronáuticos que me agradam, nomeadamente o mostrador de grande legibilidade e os ponteiros sobredimensionados, sem com isso querer ser uma cópia de modelos mais caros.
Neste caso, o relógio possui movimento de quartzo suíço Ronda que oferece as usuais funcionalidades de cronógrafo com data às 4H00. A caixa em aço é grande (42mm) sem ser demasiado grande e a execução inclui vidro de safira com tratamento anti-reflexo, fundo roscado e resistência à água até 100 metros. Existem quatro variantes do modelo: este, com caixa em aço escovado e bracelete em pele preta; a mesma caixa com bracelete castanha; e mais dois com caixa negra (revestimento PVD) e as mesmas braceletes.
Este modelo custa £350 a partir do site do fabricante. Os modelos em PVD custam mais £49.

Sem comentários :

Enviar um comentário