sexta-feira, 8 de março de 2013

Tissot Couturier T035.627.16.051.00

Descontando os movimentos proprietários (e extraordinariamente caros) criados pelas marcas de alta relojoaria, o Santo Graal dos cronógrafos mecânicos continua a ser o movimento automático Valjoux 7750.
Contudo, mesmo em marcas conhecidas pelos seus preços razoáveis, como a Steinhart, o custo de um cronógrafo baseado num destes movimentos tende a aproximar-se perigosamente do território dos 4 dígitos.
Uma das empresas tradicionais suíças com cronógrafos Valjoux 7750 é a Tissot, mas mesmo esta marca, cujo mote é a de oferecer "luxo acessível" não consegue evitar ultrapassar a barreira dos €1.000, embora por uma pequena margem. No entanto, existe uma alternativa interessante, pois a marca possui desde 2009 um movimento cronógrafo mecânico (C01.211) que foi produzido especialmente para oferecer uma alternativa fiável mas de produção mais barata e acessível face ao Valjoux 7750, pese embora neste caso estarmos na presença de um movimento que, além de cronógrafo, oferece apenas data (dia do mês) e não dia e data.
O modelo da foto é um Tissot Couturier T035.627.16.051.00, muito semelhante ao Tissot Couturier T035.614.16.051.00 baseado no Valjoux 7750, mas com a vantagem de custar cerca de metade: o preço indicativo parta Portugal é de €699, o que o torna verdadeiramente interessante.

Sem comentários :

Enviar um comentário