domingo, 31 de março de 2013

Dicionário de Relojoaria – Bisel

«Do inglês, bezel. O mesmo que luneta ou aro. Designa um aro colocado no lado exterior do mostrador. Serve para fixar o vidro. Pode ser fixo ou móvel. Neste último caso, uni ou bidirecional, e servindo para várias funções de marcação de tempos, segundo fuso horário, despertador, etc. Nos relógios de mergulho [como o da foto] os biséis devem ser unidirecionais, para evitar confusões ou erros na marcação de tempos de mergulho ou de descompressão.» – in Dicionário de Relojoaria, de Fernando Correia de Oliveira. Reproduzido com autorização do autor.

sexta-feira, 29 de março de 2013

Certina DS Podium GMT

A Certina é uma marca do Grupo Swatch que pretence ao grupo da "gama média" que inclui também a Tissot e a Hamilton e cujos valores são a fiabilidade, a precisão e a inovação.
A marca é sobretudo conhecida pela sua extensa gama de relógios de tendência desportiva, tendo uma enorme gama de cronógrafos mecânicos e de quartzo.
O modelo que trago hoje pertence à gama DS Podium GMT e é um cronógrafo especialmente bem conseguido, com caixa em aço e acabamento em PVD negro.
Este modelo tem a referência C001.639.16.057.02 mas existe um total de 12 variações, com diferentes combinações de bracelet – incluindo aço – acabamentos e cores do mostrador.
A caixa tem um diâmetro de 42mm e o mostrador é de vidro de safira. É indicada uma resistência à água de 100 metros.
A principal originalidade consiste na indicação de um segundo fuso horário (daí a designação GMT), o que não é muito comum em cronógrafos. No entanto, a forma como isto é feito não é através do tradicional segundo ponteiro de horas, mas de um segundo mostrador às 10H00. Para compensar, o sub-mostrador às 2H00 tem na verdade duas escalas e dois ponteiros para totalização de horas e de minutos.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Invicta Reserve model 1375

invicta_bolt_1375_catalogueshotInvicta é uma marca fundada no final do século XIX na Suíça que foi adquirida por uma empresa de investimentos norte-americana em 1991. A sua sede foi entretanto relocalizada para a Florida, nos EUA.
Apesar de tudo, a empresa não abandonou as suas raízes helvéticas. Por exemplo, a gama Reserve Bolt, a que este modelo 1375 pertence, utiliza movimentos de quartzo suíços Ronda 5040.D e o relógio tem pelo menos 50% de incorporação suíça, uma vez que exibe a sua origem “Swiss Made” no mostrador.
Existem 5 modelos no mesmo estilo, com diferentes cores além do rosa: azul, preto, cinzento e branco.
Escolhi este cronógrafo em rosa porque até agora nunca mostrei qualquer relógio que não se destinasse ao público masculino. Este relógio para mulheres (ou homens que gostem de rosa, evidentemente) tem a particularidade de não seguir a via habitual dos fabricantes que fazem modelos mais pequenos para mulheres, baseados nos modelos grandes para homem. Na verdade, este é um relógio com dimensões XXL: 50mm de diâmetro!
Não se trata propriamente um relógio para usar no mar, apesar da resistência à água até 200 metros: nem a coroa é de rosca nem existe qualquer bisel rotativo para controlo do tempo de mergulho. Ficamos apenas pela decoração “náutica” em torno do mostrador... A Invicta utiliza um vidro especial para os mostradores desta gama, designado Flame Fusion e que a empresa diz ser superior ao vidro de safira
O preço deste relógio ronda os 400 euros online. Não é barato, mas penso que é um preço que é compensado pela originalidade.

quarta-feira, 27 de março de 2013

Hamilton Khaki Field Auto 42mm H70555533

Hamilton Khaki

A Hamilton é a marca do Grupo Swatch que se encontra no limite dos relógios B3, abaixo da Longines (que, apesar de tudo, tem algumas peças interessantes abaixo dos €1000, especialmente de quartzo) e acima da Tissot.

Este Khaki Field Auto com caixa de 42mm de diâmetro é um relógio automático simples mas clássico, de três ponteiros e data às 3H00 que usa o movimento ETA 2824-2. A principal originalidade passa pelo mostrador, que possui uma dupla escala para 12 e 24 horas. Contudo, o resultado é um relógio elegante que tanto pode ser usado num contexto outdoor e de aventura, como servir perfeitamente como um dress watch um pouco mais informal.

A execução inclui bracelete em pele, vidro de safira e resistência à água até 100 metros. O preço ronda os €400, o que me parece razoável para um relógio mecânico com estas características e de uma marca como a Hamilton.

terça-feira, 26 de março de 2013

Casio EFR-502D-7AV

5e56f42d35890c1c49fae76b48d8d7af
A Casio pode ser mais conhecida pelos seus relógios à prova de tudo ou pela sua linha fashion mais virada para um público feminino, mas é a  gama Edifice que é mais do meu agrado, com peças que são puras “B3”.
É o caso desde modelo, com a referência EFR-502D-7AV, um cronógrafo extremamente completo, com complicação de dia e data às 3H00 e tacómetro. O preço ronda os 120 euros online (encontra-se na Amazon UK por menos de 100 libras), o que é excelente para o que aqui é oferecido.
A caixa em aço tem um diâmetro de 44,4mm, bracelete em aço inoxidável e fecho tipo dupla dobradiça. O vidro do mostrador é mineral e a coroa é de rosca, o que garante uma resistência à água de 10 atmosferas (100 metros), valor relativamente elevado para um relógio deste preço. Não é um relógio que eu arriscasse a levar para dentro de água, mas significa pelo menos que possui características todo-o-terreno e que é uma peça resistente.
Existem mais quatro versões deste relógio, com a mesma execução mas mostradores em preto.

segunda-feira, 25 de março de 2013

Stowa Antea Small Second Silver

Antea-KS-weiss-4A empresa alemã Stowa já aqui foi referida anteriormente a propósito de um outro relógio desta mesma linha Antea.
Os Stowa não são particularmente baratos, tendo em consideração a sua simplicidade, mas a elegância clássica também tem um preço – até porque a empresa não costuma poupar no que diz respeito à utilização de movimentos de qualidade.
Por exemplo, este modelo utiliza um pouco comum movimento ETA Peseaux 7001, um calibre mecânico de carga manual que neste caso terá sido escolhido para permitir a produção de uma caixa bastante fina – o relógio mede 35,5mm de diâmetro (na foto, sem escala, parece maior) e tem uma espessura de apenas 6,9mm. O mostrador tem vidro de safira.
Além da execução simples e elegante ao melhor estilo Bauhaus, a principal originalidade consiste num ponteiro de segundos de pequenas dimensões num sub-mostrador às 6H00. O preço é de €650.

domingo, 24 de março de 2013

Dicionário de Relojoaria – Automático

1241648283nbc2_2010_09«Em relojoaria fina, um relógio automático ou de corda automática tem uma massa oscilante ou rotor que, assim, transmite energia à corda. Ou seja, com o relógio a ser usado no pulso, a corda é dada através do movimento do braço. Usando apenas a gravidade, o rotor ou massa oscilante – normalmente um semicírculo de material o mais pesado possível, e colocado no fundo do mecanismo – gira em torno de um eixo e transmite assim energia à corda. O sistema foi inventado na Suíça por Abraham-Louis Perrelet, por volta de 1780, mas apenas quando apareceram os relógios de pulso, no início do século XX, essa invenção ganha significado e começa a ser aperfeiçoada tecnicamente. Há rotores unidirecionais e bidirecionais, conforme oscilam apenas num ou nos dois dois sentidos e todos têm um dispositivo que permite “desligar” quando toda a corda já foi dada. Um relógio de pulso automático é, geralmente, mais exato do que um de corda manual, já que a mola da corda é mantida numa tensão mais constante. (…)» – in Dicionário de Relojoaria, de Fernando Correia de Oliveira. Reproduzido com autorização do autor.

sexta-feira, 22 de março de 2013

Festina Elegance F16573_4

festina

Festina é uma marca espanhola do grupo do mesmo nome (foi adquirida em 1984), mas cuja origem suíça remonta a 1902.

A marca tem imensos modelos cronógrafos que considero demasiado busy para o meu gosto, mas entre a sua gama atual encontro algumas peças mais clássicas, como este modelo de quartzo que pode encontrado à venda por menos de €100, o que me parece uma verdadeira pechincha – especialmente quando comparado com relógios fashion genéricos.

O modelo F16573 pertence à gama Elegance da marca e existem cinco variantes, consoante a cor da caixa, da mostrador e da bracelete. As funcionalidades incluem indicação de data por mostrador retrógrado às 12H00 e indicador de 24 horas às 6H00.

A caixa é em aço e o mostrador tem vidro mineral normal – como seria de esperar neste gama de preços. Note-se que o relógio é bastante grande para um dress watch (45mm), o que poderá não servir para todos os pulsos.

quinta-feira, 21 de março de 2013

Laco Navy quartz 42

861491-0A marca alemã Laco é conhecida sobretudo pelos seus relógios inspirados nos modelos usados pelos pilotos e navegadores da Luftwaffe durante  II Guerra Mundial. Mas a marca tem também outros modelos, igualmente interessantes e igualmente acessíveis.
Este Navy Quartz 42 é um deles, com um estilo irresistivelmente vintage. O número 42 refere-se ao diâmetro do mostrador, um tamanho que é muito do meu agrado, uma vez que tenho braços – e, consequentemente, pulsos – relativamente finos. A tendência dos últimos anos continua a ser no sentido dos relógios cada vez maiores, mas penso que os 42mm são um valor muito bom.
Esta peça clássica em aço recorre a um movimento suíço de quartzo Ronda 515 que oferece uma precisão entre -10/+20 segs/mês e complicação de data às 3H00. O aspecto vintage é reforçado pelo mostrador creme e pelos numerais árabes, numa execução clássica com bracelete em pele castanha. O mostrador tem vidro de safira com revestimento interior anti-reflexo.
O preço, a partir do site da marca, é de €298 + portes de envio, o que me parece muito razoável para um relógio “made in Germany” com movimento suíço.

terça-feira, 19 de março de 2013

Momentum Vortech GMT

Momentum VortechOs relógios são comprados normalmente por razões estéticas, de moda e/ou de status. Na maioria dos casos, adquirimos cronógrafos porque gostamos e não propriamente porque os usemos para cronometrar corridas… E atrevo-me a dizer que o mesmo acontece com maioria dos relógios de mergulho: não acredito que esta popular categoria seja apenas usada por quem pretende efetivamente levar o relógio para dentro de água.

E no entanto, faz sentido adquirir um relógio de acordo com a sua previsível utilização. É o caso deste Vortech GMT, da empresa canadiana Momentum que, na Europa, vende sobretudo através da Amazon.co.uk.

O conceito por detrás deste modelo é a de ser um “relógio para viajantes”. Porquê? Por duas razões: a funcionalidade de um segundo fuso horário (ponteiro amarelo) e a presença de um despertador (ponteiro vermelho).

De facto, a conjugação destas duas funcionalidades tem toda a lógica num relógio para quem viaja com frequência, porque tem a necessidade não só de saber qual a hora local mas também a hora no fuso de horário da sua residência. Além disso, também tem de acordar a determinadas horas… e não tem ninguém que o acorde nem um despertador na mesa de cabeceira.

A execução geral deste relógio é muito do meu agrado, embora esteja no limite do razoável em termos de dimensões: a sua caixa em titânio tem 44mm de diâmetro. Outras características incluem ponteiro de segundos num sub-mostrador às 2H00 e data às 4H30, mostrador em vidro mineral temperado (vidro de safira disponível como opção) e resistência à água até 100 metros. A Momentum indica que o movimento – de quartzo – é de origem suíça, mas não diz qual.

Existem três variações deste modelo, com bracelete em pele (na foto), em borracha e em titânio. O preço, na Amazon.co.uk, é de £234, £222 e £330 (já com portes), respetivamente.

Há uma boa análise a este modelo aqui.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Bulova Mechanical Collection Ref. 96A118

81ofwu7lW1L__AA1500_Um relógio é algo de muito pessoal e o que é lindo de morrer para uns pode ser uma completa aberração para outros. Os relógios de que aqui falo são aqueles de que eu gosto. E nada mais natural que quem me lê tenha um gosto muito diferente do meu. De qualquer maneira, tento cobrir uma diversidade razoável de modelos e estilos – muitos dos modelos aqui apresentados são relógios de que gosto mas que não consideraria jamais comprar. Outros, não só gosto como estão na minha wish list.
Este Bulova é um interessante dress watch que tem uma característica que normalmente me faz torcer o nariz: o mostrador com numeração romana. Contudo, admito que neste caso os números romanos foram uma escolha feliz.
A Bulova é uma empresa de origem norte-americana (ainda hoje a sua sede é em Nova Iorque) com uma história cuja origem remonta ao século XIX e que conta com algumas interessantes contribuições para a tecnologia relojoeira. Desde 2008 que a empresa foi adquirida pelo gigante japonês Citizen, grupo ao qual agora a marca pertence, embora mantenha uma linha de produtos com identidade própria.
Este dress watch é um bom exemplo da boa relação preço-qualidade da marca. Trata-se de um relógio mecânico automático – presumivelmente com um movimento Citizen Miyota, dada a ligação ao grupo  japonês – com caixa e bracelete em aço e mostrador de 42mm. As suas características mais salientes incluem a janela para visualização do movimento às 7H00, e os sub-mostradores de segundos (às 4H30) e de 24 horas (às 9H00).
Mas o melhor é o preço: o preço “oficial” é de 499 dólares, mas é possível encontrá-lo online em lojas europeias por menos de €300, o que me parece um valor bem interessante para um relógio mecânico com este nível de execução, pese embora o facto de o mostrador ser protegido por vidro mineral normal e não de safira.
Este modelo existe em cinco variações diferentes: três com bracelete em aço e duas com braceletes em pele.

sábado, 16 de março de 2013

Dicionário de Relojoaria – Alternância

grand-seiko-spring-drive-9r65

A partir de hoje irei publicar todos os fins-de-semana o significado de um termo de relojoaria.

A explicação é retirada do Dicionário de Relojoaria, de Fernando Correia de Oliveira, com a autorização do autor.

A ideia não é publicar aqui o conteúdo total do Dicionário em fascículos, mas sim selecionar alguns dos termos que considero mais interessantes e/ou sobre os quais poderão existir mais dúvidas.

De acordo com o Dicionário de Relojoaria, alternância é «o tempo que leva um pêndulo ou outro órgão oscilatório, como o balanço, entre duas posições extremas consecutivas. Se um pêndulo bate ao segundo, efetua uma alternância por segundo. O balanço de um relógio costuma fazer 5 alternância por segundo, ou seja, 18.000 por hora. Uma oscilação consta de duas alternâncias, é o tic-tac.

Geralmente, até mesmo os relojoeiros confundem os dois termos, empregando “oscilação” quando querem dizer “alternância”. Quanto maior for a alternância de um relógio, mais exato ele se torna. Mas há limites, especialmente pelo desgaste provocado às peças móveis como o balanço, a espiral e o escape.

Os relógios despertadores têm, geralmente, mecanismos com 12.000 alternâncias por hora, os cronómetros de marinha 14.400, um relógio de bolso patente Roskopf 17.280, um relógio de bolso normal até 19.800, os relógios de pulso 21.600 e os cronógrafos 36.000. De notar ainda que o número de oscilações por segundo medido em Hertz constitui a frequência. A 21.600 Alternâncias/Hora correspondem 3 Hz, a 28.800 A/H correspondem 4 Hz e a 36.000 A/H (o máximo geralmente usado) correspondem 5 Hz.»

Foto: movimento Seiko 9S85 de 36.000 A/H.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Pulseiras de cortiça “Museu do Relógio”

corkstrap-2

A pulseira (ou bracelete, como quiserem) é uma parte importante de um relógio de pulso. A pulseira certa pode tornar um relógio banal numa peça irresistível e o contrário é verdade: o mais belo relógio pode ficar arruinado pela conjugação de uma pulseira que nada faz por ele.

Tenho uma predileção natural por pulseiras em pele, mas reconheço que há relógios que ficam melhor com pulseiras de aço, como ainda recentemente referi a propósito de um Christopher Ward Lido. A pele o aço são, de resto, os principais materiais que encontramos em braceletes de relógios bons, bonitos e baratos. Mas há outros, como o nylon (usado nas braceletes tipo NATO) ou a borracha/silicone, vistas sobretudo em relógios de mergulho.

Hoje trago algo completamente diferente e original: uma pulseira… em cortiça! Um produto que só podia ser português e que é vendido na loja do Museu do Relógio.

Disponíveis para relógios com larguras de asas (“lugs”, os suportes das braceletes) entre 10 e 26mm e podendo ser fabricadas por encomenda, estas braceletes adaptam-se a praticamente qualquer tipo e modelo de relógio de pulso. Para que não se partam facilmente, as braceletes de cortiça não são fabricadas exclusivamente neste material; de acordo com informação no site do Museu do Relógio, têm pele de cordeiro no interior e “pele de cortiça” no exterior.

O preço oscila entre os €22 e os €32, consoante a fivela escolhida. O Museu faz envios pelo correio, podendo a compra ser combinada via email ou telefone (284 543 194).

quarta-feira, 13 de março de 2013

RelógiosPT agora na Leak Watch

leakwatch[1]

Leak Watch é o novo canal do popular website Leak, da responsabilidade do meu amigo Bruno Fonseca.

Nunca tive com este blog grandes pretensões para além de escrever sobre relógios de que gosto. Mas também é verdade que se não pretendesse partilhar os meus pensamentos com os outros, nunca teria criado o RelógiosPT.

Ao mostrar o blog ao Bruno e, sobretudo, após um encontro recente em que falámos de tudo um pouco, concluímos ambos que seria uma boa ideia criar um novo canal de relógios no Leak – que tem crescido imenso nos últimos meses – aproveitando os conteúdos que originalmente imaginei para este blog.

E assim nasceu o Leak Watch. Os meus (poucos) leitores fiéis podem continuar-me a seguir aqui, mas todos os conteúdos serão replicados no Leak Watch. Além disso, enquanto este blog foi criado sobre uma plataforma Blogger bastante simples, o Leak assenta sobre um CMS Wordpress bastante mais flexível e que permitirá, no futuro, fazer imensas coisas que eu jamais conseguiria aqui. Até porque o Bruno é um mago do Wordpress e eu não passo de um aprendiz de feiticeiro de Blogger!

De qualquer forma, o principal objetivo está cumprido, que é o de dar mais notoriedade a estes conteúdos e, de alguma forma, convencer um público mais alargado de que um smartphone pode servir para ver as horas, mas que nada se compara a um relógio de pulso. Especialmente se for bom, bonito e barato.

Vostok Europe Expedition North Pole 1 2432-5955193

Vostok Expedition

Quando falei inicialmente dos relógios da Vostok Europe disse que voltaria ao catálogo da marca, o qual contém imensas peças que são do meu agrado e encaixam no critério de “boas, bonitas e baratas”. Este Expedition North Pole 1 numa variação bracelete tipo NATO, é um dos modelos do atual catálogo da marca que considero original e interessante.

De acordo com a Vostok Europe, o nome deriva da primeira estação soviética flutuante estabelecida no Polo Norte em 1937 e que se chamava, precisamente, “North Pole – 1” (presumivelmente em russo, claro!).

Quanto ao relógio em si, é uma peça de dimensões generosas (diâmetro de 47mm) com três ponteiros e data, baseada num movimento mecânico automático Vostok de 32 rubis. O mostrador é protegido por um espesso vidro mineral K1 (vidro mineral endurecido) com uma espessura de 4,1 mm. A construção robusta do relógio, em aço, bem como a sua coroa de rosca garantem uma resistência à água até 200 metros (20 atmosferas).

Existem 12 variações deste modelo, com diferentes conjugações de bracelete, cor da caixa e cor do mostrador. Esta, em particular, custa €249, o que me parece um valor muito interessante para um relógio com estas características. A Vostok Europe é representada em Portugal pela SRI.

terça-feira, 12 de março de 2013

Jacques Lemans Liverpool DayDate 1-1635

1-1635e[1]Jacques Lemans é uma empresa austríaca fundada em 1975. O seu posicionamento no mundo da relojoaria fica algures a meio caminho entre uma marca de moda e uma marca dedicada aos relógios.
E sim, eu sei que até agora tenho evitado falar em marcas fashion, mas há uma boa razão por trazer aqui este modelo em particular, o cronógrafo Liverpool DayDate 1-1635. Cheguei até este relógio porque me ocorreu que certamente haveria algum movimento de quartzo com funcionalidades similares ou equivalentes ao Valjoux 7750 – ou seja, um cronógrafo com complicação de dia e data às 3H00.
E encontrei esse movimento no catálogo da Citizen: o movimento Miyota 0S00. A partir daí, procurei na Web relógios produzidos com este movimento e “tropecei” neste Jacques Lemans.
Como se pode ver pelo desenho do mostrador, à primeira vista bem podíamos estar na presença de um relógio baseado num movimento automático Valjoux 7750. Mas é de facto o Miyota 0S00 de quartzo que aqui encontramos. O resultado é um cronógrafo com um desenho clássico e dimensões XXL (46mm), com caixa em aço, resistência à água até 10 atmosferas (100 metros) e mostrador em vidro sintético endurecido.
Existe um total de seis variações deste modelo, com diferentes combinações de cor de caixa e mostrador bem como de tipo e material da bracelete. Os modelos mais baratos (como o da foto) custam €299, os intermédios têm um preço de €349 e os mais caros ficam por €499. Em qualquer dos casos, uma pesquisa na Web permite encontrar qualquer um deles por um valor um pouco inferior.

segunda-feira, 11 de março de 2013

Christopher Ward C20 Lido – Steel Bracelet

nonew_c20sssTenho um “problema grave” com os relógios da Christopher Ward: gosto de todos! OK, “todos” será talvez um exagero, mas esta é certamente uma das marcas cuja escola de design coincide quase a 100% com o meu gosto em relógios.
Este C20 Lido com bracelete em aço é exemplo do estilo understated da marca britânica que é tanto do meu agrado. Curiosamente, o mesmo relógio com bracelete em pele já não me parece tão bonito, devido ao desenho central da fixação da bracelete – nesta versão totalmente em aço, o resultado final é bastante harmonioso, mas o efeito com a bracelete em pele deixa-me dúvidas…
Este elegante dress watch tem proporções perfeitas para o meu gosto. A caixa tem um diâmetro de 40mm, valor que considero ideal para um relógio deste género; e a execução de três ponteiros com dia e data é um clássico que aprecio imenso, neste caso a partir de um movimento suíço ETA 2836-2 que funciona a 4 Hz (28.800 oscilações/hora).
O acabamento do mostrador, com um discreto guilloche no centro é, infelizmente, protegido por vidro mineral anti-reflexo, mas não por vidro de safira – o que acho lamentável num relógio que custa ainda assim umas substanciais £450. Caso a versão com bracelete em pele seja do seu agrado, o relógio fica por £399.

sábado, 9 de março de 2013

Dicionário de Relojoaria

img197Não sou nem de longe nem de perto um especialista em relógios: apenas gosto deles. Já Fernando Correia de Oliveira junta o gosto a um conhecimento enciclopédico e entendimento profundos sobre o universo do tempo.
Este jornalista, igualmente responsável pelo Anuário dos Relógios & Canetas, é hoje universalmente considerado como o maior especialista do sector em Portugal. Pode acompanhar diariamente os seus posts no blog Estação Cronográfica, mas se quiser de uma assentada ficar com pelo menos uma pequena parte do seu conhecimento, nada melhor do que adquirir o Dicionário de Relojoaria – O Universo Do Tempo E Dos Seus Medidores.
Editado no final de 2010, é um dicionário diferente de qualquer outro, não só pela temática, mas pela forma como está organizado: mais do que um manual de consulta, lê-se de uma ponta à outra como o compêndio de História que na realidade é. Além das proverbiais centenas de entradas (mais de 600) sobre termos de relojoaria que permitem alargar os nossos horizontes em termos de conhecimentos, o livro incorpora extensa informação história que torna a sua leitura obrigatória para qualquer amante dos relógios.
Como explica o autor, “não sendo um dicionário técnico, faz uma abordagem multidisciplinar, que procura um público abrangente, não reduzida ao uso profissional”.
O Dicionário de Relojoaria – O Universo Do Tempo E Dos Seus Medidores, é editado em Portugal pela Âncora Editora e custa cerca de €40.

sexta-feira, 8 de março de 2013

Tissot Couturier T035.627.16.051.00

Descontando os movimentos proprietários (e extraordinariamente caros) criados pelas marcas de alta relojoaria, o Santo Graal dos cronógrafos mecânicos continua a ser o movimento automático Valjoux 7750.
Contudo, mesmo em marcas conhecidas pelos seus preços razoáveis, como a Steinhart, o custo de um cronógrafo baseado num destes movimentos tende a aproximar-se perigosamente do território dos 4 dígitos.
Uma das empresas tradicionais suíças com cronógrafos Valjoux 7750 é a Tissot, mas mesmo esta marca, cujo mote é a de oferecer "luxo acessível" não consegue evitar ultrapassar a barreira dos €1.000, embora por uma pequena margem. No entanto, existe uma alternativa interessante, pois a marca possui desde 2009 um movimento cronógrafo mecânico (C01.211) que foi produzido especialmente para oferecer uma alternativa fiável mas de produção mais barata e acessível face ao Valjoux 7750, pese embora neste caso estarmos na presença de um movimento que, além de cronógrafo, oferece apenas data (dia do mês) e não dia e data.
O modelo da foto é um Tissot Couturier T035.627.16.051.00, muito semelhante ao Tissot Couturier T035.614.16.051.00 baseado no Valjoux 7750, mas com a vantagem de custar cerca de metade: o preço indicativo parta Portugal é de €699, o que o torna verdadeiramente interessante.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Pulsar PS6059X1

JPG_289b45ac3edadebd18f6f2e02f622398Já aqui falei anteriormente da Pulsar a propósito de um dress watch automático, mas esta marca do grupo Seiko tem outros modelos igualmente interessantes e igualmente acessíveis.
É o caso deste cronógrafo, com a referência PS6059X1. Trata-se de um modelo com movimento de quartzo, de grande formato (44mm de diâmetro), mostrador creme e bracelete de pele castanha – uma conjugação particularmente feliz que dá ao relógio um excelente aspeto: vi-o há dias numa loja e parece ainda mais bonito ao vivo do que nas fotos. Se estas cores não forem do seu agrado, existe uma variação, com a referência PS6061X1, com mostrador e bracelete pretas.
O equilíbrio do mostrador é particularmente conseguido, com indicador de data às 3H00, sub-mostradores para os segundos (às 6H00) e totalização de minutos com um máximo de 1 hora (às 9H00). A sua característica mais original é a do pequeno ponteiro retrógrado (fly-back) às 12H00 para indicação das décimas de segundo.
O melhor, no entanto, é o preço: apenas 129 euros em Portugal (pesquisa online).

quarta-feira, 6 de março de 2013

Prometheus S80 Red

Prometheus-S80-Automatic-WatchP2102097-34-1024x767A Prometheus é uma empresa portuguesa que arrancou  em 2008 com um modelo de negócio semelhante ao de outras marcas recentes: produzir relógios de qualidade com base em movimentos suíços e vendê-los diretamente através da Internet.
Descobri-a aqui e o fabricante costuma manter notícias frescas sobre novos lançamentos aqui. Mas tenho de admitir que sinto alguma ambivalência pela marca porque se encontro alguns relógios que considero interessantes, como este S80 Red, baseado num movimento automático suíço ETA 2824-2, o resto do catálogo não é especialmente entusiasmante. De acordo com a marca, o S80 é um relógio que foi criado como tributo aos submarinos da armada espanhola da classe S80 e que assume alguns dos traços estéticos do Jaeger LeCoultre Master Mariner Deep Sea.
Faz-me também lembrar o Christopher Ward C11 Makaira Pro, mas tem um problema: custa €700, o que me parece um valor um pouco elevado para um modelo com uma resistência à água de 300 metros, mesmo tendo em atenção o que parece ser uma cuidada execução em aço (caixa com 42mm) e o mostrador com vidro de safira.
Note-se contudo que todos os preços indicados no website da marca incluem portes de envio para qualquer parte do mundo, pelo que se trata de valores finais, sem qualquer surpresa desagradável no momento do pagamento.
De qualquer forma, irei ficar atento à marca, nem que seja pela curiosidade de ser portuguesa. Até agora, as marcas portuguesas com mais visibilidade operam no mercado dos relógios de moda, com mecanismos de baixa qualidade e caixas em plástico, pelo que a Prometheus, ao nível do posicionamento de mercado, mostra pelo menos que é possível fazer diferente.

terça-feira, 5 de março de 2013

Mondaine Line Extension A687.30308.64SBB

2000304O relógio emblemático da Mondaine, que replica o desenho registado das estações de comboio suíças foi um dos primeiros referidos aqui no RelógiosPT. Mas a gama da marca suíça inclui outras peças que, apesar de manterem as mesmas referências estéticas, apresentam diferenças e funcionalidades suficientes para que valha a pena uma nova visita ao catálogo.
O modelo que trago hoje pertence à Line Extension da marca, que inclui precisamente peças que se afastam um pouco do desenho base usado nos modelos mais conhecidos. Este modelo tem a designação de Sport i Gents 2nd Time Zone e a referência A687.30308.64SBB.
É baseado num movimento de quartzo suíço Ronda 6203.B que tem duas particularidades que contribuem para a originalidade deste relógio: a exibição em permanência de um segundo fuso horário com um sub-mostrador de dois ponteiros às 6H00, e uma dupla janela para indicação da data (dia do mês) em formato big date.
A caixa em aço tem um diâmetro de 41mm e a execução é totalmente em preto (caixa, mostrador e bracelete), o que oferece um interessante contraste com os ponteiros e marcações das horas em branco. A Mondaine indica resistência à água até 10 atmosferas, mas é bom notar que a coroa não é de rosca, o que limita a proteção. O mostrador é de vidro mineral tratado.
O preço deste modelo (pesquisa online) ronda os 200 euros, o que me parece muito razoável para o que é oferecido, quer em termos da marca, quer ao nível da originalidade da execução.

segunda-feira, 4 de março de 2013

Uhren von UHR UHR-461

1019_1Por esta altura, o(a) fiel leitor(a) do meu blog já terá percebido o quanto eu gosto de cronógrafos baseados no movimento Valjoux 7750, especialmente a chamada Standard Version B, com sub-mostradores para totalização de horas e minutos e uma dupla janela para exibição de dia e data às 3H00.

No entanto, também já deve ter dado para perceber que este movimento não é barato, pelo que os relógios neles baseados raramente podem ser encontrados abaixo da marca mágica dos 1.000 euros. E quando isso acontece, é caso para celebração por estas bandas…

A marca Uhren von UHR é de origem alemã e utiliza apenas movimentos de origem suíça. Tal como outras marcas que têm surgido nos últimos anos, também esta vende exclusivamente através do seu website, o que permite economizar nas margens das lojas e distribuidores. O resultado são peças bastante interessantes – embora nem sempre entusiasmantes do ponto de vista estético – a um preço realmente baixo.

Voltarei mais tarde a esta marca, mas hoje trago-vos um excelente exemplo do que a Uhren von UHR é capaz: um cronógrafo de mergulho baseado no Valjoux 7750 com um preço incrível de €649 (mais portes de envio). Na verdade, o melhor é olharmos para este modelo mais como um cronógrafo desportivo do que como uma peça capaz de ser usada debaixo de água, uma vez que é apenas certificada para pressões até 10 atmosferas, ou 100 metros – e só a partir das 20 atmosferas é seguro usar relógios para algo mais do que mergulho de superfície (snorkeling).

O relógio tem uma caixa em aço de 43mm de diâmetro, vidro de safira e bracelete igualmente em aço. Para garantir a estanquidade, não só a coroa mas todos os botões são de rosca. As marcações da horas e os ponteiros têm aplicação de lume para visibilidade no escuro.

A marca tem também uma gama de cronógrafos baseada quer no Valjoux 7750 quer em variações deste movimento.

sábado, 2 de março de 2013

Seiko Sportura Perpetual Calendar SNP055P2

03828842206_1A ideia de que só entre marcas não suíças encontramos relógios acessíveis nem sempre corresponde à realidade. Veja-se por exemplo o caso dos Grand Seiko, cujo preço (e qualidade) rivaliza com modelos da Omega ou Rolex.
Mas mesmo alguns modelos de gamas mais modestas podem igualmente custar mais do que estaríamos à espera. Este Seiko da gama Sportura é o exemplo de um relógio japonês que custa um pouco mais do que eu gostaria mas que, na realidade, oferece um conjunto de funcionalidades que será difícil encontrar por outras paragens ao mesmo preço.
À primeira vista parece-se tratar-se de um cronógrafo, com os seus dois sub-mostradores, mas na realidade trata-se de um modelo a meio caminho entre um relógio desportivo e um dress watch e cuja funcionalidade mais interessante é a presença de um calendário perpétuo até 2100: o relógio realiza corretamente a passagem da data nos dias com 30 dias e em fevereiro quer nos anos normais (28 dias) ou bissextos.
Os a data é indicada numa janela dupla às 12H00 (big date); o sub-mostrador às 3H30 é um indicador de 24 horas; o sub-mostrador às 6H00 indica o mês e uma pequena janela às 9H00 indica se o ano é normal ou bissexto.
O relógio tem 42mm de diâmetro numa caixa em aço com resistência à água até 100 metros e vidro de safira. O movimento é um Seiko Kinetic Perpetual de quartzo, que utiliza um rotor como nos movimentos automáticos, para gerar a energia necessária para manter carregada uma bateria de iões de lítio.
O preço de referência para este relógio é de €699, mas pode ser encontrado online um pouco mais barato.

sexta-feira, 1 de março de 2013

Deep Blue Pro Seadiver 1K

yhst-11234668104341_2251_17657619Já escrevi anteriormente que não sou particular fã de relógios de mergulho. Uma das razões é puramente estética (tendem a parecer-se todos uns com os outros) mas outra é prática: são relógios pouco flexíveis em termos de utilização, não são práticos para usar sempre e são também um pouco pesados e grandes para andarem no pulso de manhã à noite.
No entanto, podem ser bem divertidos de usar no Verão, como relógio para qualquer circunstância sem termos de pensar duas vezes – na piscina, na praia, no banho, a fazer surf, em mergulho…
Os relógios de mergulho costumam também ser um pouco caros, especialmente quando oferecem características de resistência à água a grande profundidade. Por isso, este Deep Blue me parece tão interessante. Esta marca norte-americana, baseada em Nova York, é especializada em relógios de mergulho e, a julgar pelos comentários nos fóruns especializados, goza de excelente reputação.
Este modelo, da coleção Pro 1000m, chama-se Pro Seadiver 1k Bracelet Blue Bezel Blue Dial e é uma das variações de cor da gama, com mostrador e bisel em azul e vidro de safira. O movimento é um Seiko NH36 automático, com complicação de dia e data, possibilidade de corda manual e paragem de segundos (hacking) para acerto da hora.
É um relógio bastante grande (46mm de diâmetro) e pesado (220 gramas) pelo que se aconselha a usar efetivamente em conduções de mergulho. Até porque é debaixo de água que descobrimos a sua característica mais interessante: a resistência a uma pressão de até 100 atmosferas, que é como quem diz, 1.000 metros!
Apesar desta impressionante lista de características, trata-se de um relógio bastante acessível, vendido a partir do site do fabricante por apenas 299 dólares + portes de envio. Existe um website na Europa, mas estava em manutenção quando o consultei na altura de escrever este post, pelo que não me foi possível confirmar o preço na Europa.