domingo, 6 de janeiro de 2013

Tissot Automatics III

Gosto muito de dress watches. O termo designa os relógios analógicos, simples e elegantes que devem complementar a indumentária – de um homem ou de uma mulher – num evento formal. Dito isto, nada impede que usemos um dress watch todos os dias, como é evidente. Até porque há pessoas que, devido à sua profissão, têm de se vestir diariamente de forma mais ou menos formal.
Os meus preferidos são os relógios automáticos com dia e data, como já deve ser aparente pelos meus anteriores posts.
Como os dress watches devem complementar sempre a indumentária, é essencial olharmos para todos os detalhes. Se vai usar sapatos e cinto castanhos, a pulseira do seu relógio deve ser da mesma cor. As pulseiras de aço ou outro metal são menos dressy, mas podem também ser usadas, tendo a vantagem de serem mais neutras em termos de conjugação com outros elementos do vestuário.
Sobre o que deve ou não deve ser um dress watch, as opiniões divergem (mas não muito), como se pode ver aqui, aqui e aqui. Mas não concordo com a ideia, defendida por alguns, que um dress watch tem de ser construído num metal precioso.
O equilíbrio certo entre o formato, o tamanho e material da caixa, o tipo e forma dos numerais, a presença ou não de complicações, resulta numa série de propostas que deverão ir ao encontro de todos os gostos. Por exemplo, de uma maneira geral, não gosto de relógios que não tenham caixa redonda; e não gosto de numerais romanos. O que não significa que um destes dias não "tropece" num relógio de caixa quadrada com numerais romanos que me deixe de queixo caído!
A Tissot é uma das marcas que produz diversos modelos automáticos com preços relativamente acessíveis e que se encaixam nesta categoria de dress watch. O modelo que trago hoje é um excelente exemplo, o Tissot Automatics III, com bracelete em pele e um preço médio da ordem dos €395. A gama inclui diversos modelos com mostradores e caixas de várias cores, e braceletes de diferentes cores e materiais.
Em Portugal, este modelo não está disponível, pois a marca apostou comercialmente no Visodate, mais caro (€495 na Boutique dos Relógios). Apesar de também gostar bastante do Visodate, este Automatics III em nada fica atrás, até porque é baseado no mesmo movimento ETA 2836-2 e possui uma construção semelhante, incluindo vidro de safira, um diâmetro idêntico (39,7mm contra 40mm do Visodate) e a mesma (baixa) resistência à água de 3 atmosferas.

Sem comentários :

Enviar um comentário