sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Armogan Le Mans




Sous-page-Le-Mansrez-1024x976-1

A Armogan é uma jovem marca B3 de que falei aqui há uns tempos, a propósito do seu primeiro relógio, um bonito cronógrafo com dia e data, à la Valjoux 7750... mas de quartzo. Desde então, os rapazes (e raparigas, suponho) da empresa não têm parado, tendo lançado novas variantes do cronógrafo original, acessórios (na maioria, braceletes) e, agora, um novo modelo.

Designada Le Mans, a nova gama inclui diversas variantes e consiste num elegante cronógrafo desportivo com dois sub-mostradores e data baseado no que parece ser (“parece”, porque a marca não o refere explicitamente) um movimento Miyota (Citizen) 0S21 modificado – a implementação original tem a data às 4h00, mas na verdade gosto muito mais da forma como surge aqui, às 6h00.

Em equipa que ganha não se mexe, e a marca mantém a receita vencedora da gama Spirit of St. Louis, incluindo não apenas o desenho básico, com caixa em aço de 42 mm de diâmetro, mas até a fonte usada para os numerais arábicos.

O preço, esse, continua muito razoável para um relógio que se quer bonito e elegante. A loja que a marca mantém através da Amazon UK indica preços da ordem das 170 libras (cerca de 200 euros) para as diferentes variantes.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Zeppelin 7640



Zeppelin_7640-1

A Zeppelin é uma marca da alemã Pointtec, a mesma empresa responsável pelos Junkers, que os meus leitores sabem que muito aprecio – e que em Portugal até têm garantia vitalícia. Entre as dezenas de modelos disponíveis encontramos sobretudo relógios de quartzo com movimentos suíços Ronda e mecânicos automáticos baseados em movimentos ETA/Sellita, Citizen e Seiko.

O modelo 7640, disponível em 7 variantes, com diferentes cores de mostrador e bracelete, é um dos meus preferidos. Por apenas 229 euros (preço na Amazon Espanha com portes grátis), esta é uma máquina extremamente elegante e com funcionalidades efetivamente úteis, nomeadamente o segundo fuso horário através de sub-mostrador independente às 6h00 e “big date” com dupla janela às 12h00.

O movimento usado é um Ronda 6203.B, o qual a empresa suíça garante tratar-se de um movimento “reparável” com peças em metal – algo que nem sempre (na maioria dos casos…) acontece com movimentos de quartzo baratuchos com peças plásticas.

Os relógios da foto são as variantes 7640-1 (mostrador branco/prata e bracelete em pele castanha) e 7640-2, com mostrador e bracelete em preto. A caixa, em aço, tem 42mm de diâmetro e uma resistência à água de 5 atmosferas. A segunda coroa às 4h00 destina-se a acertar de forma independente o segundo fuso horário.










Zeppelin 7640-1

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Seiko SNAF47P2

Uma análise das estatísticas deste blog demonstra claramente que os meus leitores apreciam sobretudo cronógrafos. Penso que já aqui citei uma frase de um amigo meu quando dizia que "os cronógrafos estão para os relógios como as carrinhas para os automóveis: são sempre um pouco mais bonitos do que as versões base".

Não sei se isso será mesmo assim para os automóveis (embora muitas vezes seja), mas para os relógios é de certeza. Há algo nos cronógrafos, mesmo para quem nunca irá usar as funcionalidades adicionais – que serão 99% dos seus possuidores... – que os tornam especialmente atrativos. E se, no início, este tipo de modelo era sobretudo conotado com “relógios desportivos”, hoje existem inúmeras declinações, incluindo bonitos dress watches.

De qualquer forma, este cronógrafo da Seiko que hoje vos trago pode colocar-se sem problemas do lado dos cronógrafos desportivos clássicos. O mostrador em preto e branco com detalhes em vermelho e a bracelete em pele preta pespontada traem a sua vocação e, se bem que a marca japonesa tenha também em catálogo declinações desta mesma referência um pouco mais elegantes, este á daqueles relógios que imaginamos o seu possuidor a postar, orgulhoso, no seu Instagram deixando vê.lo no pulso ao volante do seu automóvel descapotável.

As especificações deste modelo incluem caixa em aço inoxidável revestida a PVD negro com 45mm de diâmetro, 100 metros de resistência à água e – raro num cronógrafo apesar de tudo simples e e de baixo preço – alarme. Nesta gama, a Seiko não oferece vidro de safira, mas apenas mineral endurecido (hardlex), mas pelo preço perdoamos. Obviamente que o movimento é de quartzo, caso contrário não estaríamos a falar de uma máquina B3…

E por falar em preço. O valor de referência deste modelo é de 360€ (embora aparece nalguns websites a 250€), o que já de si não é nada mau, mas encontrei-o à venda na Amazon Espanha por apenas 180€, o que o torna numa pechincha tremenda. Uma variante com mostrador em branco/prata, mais elegante, fica por cerca de 200 euros; e o mesmo modelo que aqui vos mostro mas com bracelete em aço está neste momento em promoção e é ainda mais barato: custa cerca de 170€!